sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Os amigos são como uma luz ...


Os amigos são como uma luz , uma lamparina que vai iluminando o nosso caminho, que nos vão dando esperanças, sorrisos, carinhos, afagos, consolos de alma e de coração ...
Temos momentos na nossa vida, que esquecemos e perdemos o contacto com aqueles que partilharam a sua infância connosco; que saltaram a primeira vez à macaca, saltaram à corda, ao elástico ... choraram porque cairam na rua porque brincavam às escondidas, porque tiraram Mau na prova de Matemática, com quem partilhámos os nossos primeiros amores ....
Perdemos os nossos amigos de adolescência com quem vimos os primeiros livros picantes, vimos os filmes mais ousados, bebemos a primeira amêndoa amarga, fumámos o primeiro cigarro, saímos a primeira vez à noite, contámos o nosso primeiro beijo, a primeira carícia mais íntima ...
Crescemos ... fomos para a Faculdade fizemos novos amigos com quem partilhámos poemas, livros, confidências, paixões, noites de borga, de prazer, de extâse, de limite ... em que já nada era real nem tão pouco a nossa existência ... mas esse tempo terminou e cada um rumou para o seu ponto do país ... cada um começou a sua vida profissional, casou, foi mãe e pai ... e começou outro ciclo da sua vida ... mas neste embaraço, neste novela da vida ... esqueceu-se que não basta apenas a família para nos dar momentos de felicidade, para nos compreender, para ter uma visão diferente ... e quando damos por nós estamos sós ... carregamos fardos enormes nas nossas costas e acabamos por não ter ninguém com quem partilhar, com quem falar ... alguém que nos possa ouvir sem emitir opiniões ou fazer juízos de valor ... alguém que está ao nosso lado, nos dá a mão, o ombro se for preciso ... que gosta incondicionalmente de nós, independentemente de tudo o resto ...
Mas como estamos tão sós e desprotegidos, às vezes caímos nas emboscadas e quem pensamos ser nosso amigo não é ... temos grandes desilusões, choramos, gritamos, sentimos uma ferida enorme no nosso coração que teima em não sarar... sabemos que fomos traídos ... mas depois da queda, levantamo-nos e seguimos caminho ... e encontramos novos amigos e damos mais valor aquele que tinhamos no passado e que nos avisou ... e que nos deu a sua mão ...
A verdade é que com amigos de verdade, sinceros, puros de coração ... a nossa vida torna-se mais bela, mais bonita, mais fácil ... os verdadeiros amigos são a luz, a candeia que ilumina o nosso caminho, que nos fazem sorrir...
(Este post é dedicado aos meus verdadeiros amigos ... vocês sabem quem são ... gosto, adoro, amo-vos do fundo do meu coração, da minha alma ... são pouquinhos mas valem tudo o que existe!)

2 comentários:

simple disse...

apesar de não ter chegado a face em que vc está na vida, sei que amigos são poucos, e na nossa vida muitos passam mas poucos permanecem, gostaria que soubesse que admiro muito o seu blog, parabens pelo bom trabalho.

Ennoea disse...

Obrigada pelo carinho! Há momentos na vida, às vezes até longos demais onde percorremos um deserto enorme. Mas vislumbramos lá longe o oásis!
Um beijinho