Tempo de Renascer

Tempo de Páscoa, tempo de reflexão sobre o sofrimento, sobre a dor; mas tempo de renascer em nós , de ressurgir no mais íntimo de nós mesmos princípios, valores que tantas vezes esquecemos no nosso quotidiano. Para além da dimensão religiosa, de união da família de que tanto se fala por estas alturas festivas, o mais importante é o renascer da espiritualidade, do amor pelo próximo, da dádiva e do perdão patente em todas as religiões e credos, subjacente também na própria Declaração Universal dos Direitos Humanos. Temos de dar sentido àquilo que sentimos, à força, ao impulso, à luz, ao amor que cada ser humano transporta em si mesmo e não se deixar contagiar por sentimentos mais impuros, mais individualistas. O renascer implica também a dádiva, o significado de dar sem esperar receber algo em troca, a melhor recompensa reside nesta gratuitidade, pois à vida e ao mundo damos e mais tarde recebemos do próprio mundo, do universo ... energia damos, energia recemos; amor damos, amor recebemos ... é esta a lei da vida e a fórmula para renascermos das cinzas da individualidade, do egoísmo, do egocêntrismo achando que as grandes organizações, os governos, o Estado terá de fazer tudo ... o renascer é também libertar a nossa mente dos "pré-conceitos", das ideias feitas, das opiniões formuladas e estar aberto a novas perspectivas da realidade... é tempo de renascermos e sermos pessoas melhores, dando importância realmente ao que é importante!

Comentários

Mensagens populares deste blogue