Sentir velha demais ...

Imagem retirada da net

Ontem à hora de almoço, eu e uma amiga conversavámos sobre o nosso dia-a-dia, o stress por que passamos todos os dias, sermos professoras, mães, filhas, esposas e donas de casa, trabalhando a uns belos quilómetros de casa. Desabafavámos sobre este cansaço enorme que sentimos nesta altura do ano, este arrastamento que nos traz todos os dias para enfrentarmos 29 a 30 alunos em 6 ou 7 turmas que temos. Em troca de desabafos e conversa, dizia-me ela com lágrimas nos olhos ...

- Sabes, ando na casa dos trinta, mas sinto-me velha, muito velha ... como se fosse uma pessoa muito idosa por dentro ... não sei se daqui a dez anos estarei por cá!

Fiquei comovida com as palavras dela, porque há dias que também me sinto assim, estamos entre os trinta e quarenta anos, com profissões absorventes, com filhos pequenos e pré-adolescentes que necessitam do nosso apoio ; mas com pais idosos que precisam cada vez mais do nosso auxílio... dividimo-nos em tarefas, em múltiplos papéis e parece que cada ano que passa na nossa vida vale por dois, três ou quatro ...


Comentários

Manuel disse…
Gostaria de comentar, mas é difícil.
Quem, aos trinta anos, se sente quase velho o que fará quando chegar ao Outono da vida?
Vamos ser fortes e positivos.
Ennoea disse…
Olá, Manuel!
É verdade temos que ser fortes!
Bjs
olá joão

Felizmente que hoje já não pensas assim.
A recomeçar de novo, novos projectos, mais força interior, mais sábia, postada sobre a crista da onda que é gigantesca para te elevar até de onde possas ver as vias interiores que que vais percorrendo, segura e confiante das tuas potencialidades.
Beijos de amizade

Mensagens populares deste blogue