segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Cansei de ser pisada




Sou por natureza uma pessoa tolerante, mas esta minha tolerância e compreensão só tem trazido prejuízo para a minha própria saúde. Aguento o que me dizem, aguento o que me fazem, o que me magoam calada ou pelo menos aguentava ... o mês passado cansada de aturar tanta opressão, tanta estupidez, tanta ofensa verbal e psicológica prometi a mim mesma que tinha de ser forte, que tinha que encarar a situação de frente com todas as consequências que isso implicasse para o bem e para o mal!
Fartei-me das chantagens psicológicas, das cobranças, dos jogos de poder e principalmente da manipulação que me levaram há uns meses para a consulta de psiquiatria ... pensei para comigo mesma que tomar antidepressivos não resolve o que os outros fazem e querem fazer connosco, empaturrar-me de comprimidos para sorrir e dizer "Amen" ás barbaridades que os outros querem dizer e dominar a nossa vida... não! Basta! Há meses mudei uma parte da minha vida e pensei que estes jogos psicológicos acabassem, mas pelos vistos não ... cansei-me de ser pisada por este familiar, cansei-me ... sei que ela é capaz de tudo, mas estou-me borrifando porque se ela voltar a fazer o que me fez há uns meses, as coisas vão dançar de outra forma, se vão ... porque estou a borrifar-me para o que os outros pensam ou dizem!
Ela diz que eu estou louca, mas louca está ela e não se quer tratar!

1 comentário:

Manuel disse...

Tudo tem limites, a tolerância também. Saber dizer basta, na altura certa, é a melhor forma de ultrapassar todas essas arrogâncias e invejas mesquinhas.
Cara amiga, o melhor antidepressivo é o grito da revolta.
Força.