Evolucionismo versus criacionismo

Imagem retirada da net
Fez ontem 200 anos que Charles Darwin nasceu ... e por isso a inauguração da exposição na Fundação Calouste Gulbenkian ... Darwin foi considerado pelos homens do seu tempo como um louco, ridicularizado ... no entanto, foi como todos os cientistas o são ... um visionário, um homem à frente do seu tempo ... e o motivo que o levou a esta pesquisa, a esta descoberta foi o horror que tinha à escravatura.
A origem do homem, do mundo era um tema muito debatido e polémico na sua época, o homem procurava soluções e ainda procura para a origem do mundo, do homem e das espécies apesar da teoria da evolução das espécies estar mais do que comprovada quer a nível das ciências naturais, quer a nível das ciências humanas, nomeadamente a História e a Antropologia ...
A questão de fundo ou o problema como o quiserem chamar no tempo de Darwin e ainda actualmente assenta basicamente no questionamento do criacionismo, na teoria que assenta na criação do mundo e do homem em sete dias, cuja a base de sustentação é a Bíblia e a religião, como é óbvio. E é ainda essa polémica que faz com que 50% das escolas americanas não leccionem,actualmente, ainda a teoria evolucionista de Darwin preterindo-a à criacionista.
Não podemos porém misturar ciência e crença, ciência e fé ... não podemos subjugar o poder da ciência, a sua racionalidade, a sua experimentação e base empírica e comprovada ao domínio da fé, do improvável ... Há que dividir áreas , há que separar águas e infelizmente em pleno século XXI com o desenvolvimento da ciência, da técnica, das tecnologias de ponta há quem ainda não compreenda qual o domínio da ciência e o campo da fé, da religião ...
Houve uma evolução das espécies ... e depois qual o problema de termos evoluído do macaco? E haveremos de continuar a evoluir ... esperemos que para melhor?!

Comentários

Manuel disse…
É triste mas muitos, ainda, misturam a religião com a ciência.
Ennoea disse…
È verdade, infelizmente!
Beijinhos

Mensagens populares deste blogue