A curiosidade humana ...

Sabemos que a curiosidade humana é um fonte de enriquecimento, de crescimento, de busca rumo ao desenvolvimento da ciência, das artes, das letras, a nível filosófico e intelectual. Mas, se por um lado temos muito a ganhar com este nosso fervor de todo saber; por outro, a curiosidade mata e leva-nos a situações menos agradáveis.
A tal coscuvelhice que leva o ser humano a querer saber da vida do outro, como o outro é, o que faz, o que pensa, o que deixa de pensar ... para depois tecer considerações, fazer críticas, "cortar na casaca" como eu costumo dizer. Pela frente o cordeiro ... só para saber as novidades, por detrás o lobo...
Ainda ontem assistia a uma série de episódios no meu local de trabalho que ainda confirmavam mais aquilo que eu penso acerca disto tudo, há certas coisas que devemos guardar só para nós, em certas circunstâncias devemos manter a discrição; para quê falar da nossa vida com A e com B? Claro, que somos seres sociais, claro que precisamos de falar mas não é contar a um qualquer para depois andar nas "bocas do mundo" ...
Não é novidade nenhuma que sou professora, não é novidade nenhuma que com a avaliação de desempenho o ambiente nas escolas portuguesas anda de cortar à faca, que a relação entre colegas anda de mal a pior .
Onde lecciono há meses que entregámos os nossos objectivos, apesar de termos hipótese de os reformular, estamos num período de requerer se queremos ou não aulas assistidas e como tudo é tão pouco claro há quem pondere se o fará ou não, apesar de muitos deles serem contra à avaliação.
Que mal tem isso? Muitos deles sendo contratados tal como eu não sabemos muito bem com que linhas é que nos cozemos; outros por questão de congelamentos de carreira há anos, isto depende da consciência de cada um ...
Agora quase obrigarem as pessoas a irem a reuniões sindicais,quando nessa hora têm aulas para dar, com maus modos e se não se vai toca a dizer mal; se sabem que a pessoa X pediu aulas assistidas toca a olhar de lado e a sussurrar quando passa; sempre a perguntar-te todos os dias se vais pedir aulas asssitidas, se fazes greve, se blá...blá ...blá ... para depois cuscar ... sinceramente, não há paciência ...
Por isso, a minha resposta é sempre a mesma ... não sei vou pensar ... assim mato a dita curiosidade de uma vez por todas ... apenas a mim e a minha consciência me diz respeito as decisões que tomar ...

Comentários

Manuel disse…
Compreendo o dilema. O seu bom senso, decerto, lhe indicará o melhor caminho.
Ennoea disse…
Sigo apenas a minha intuição, certamente me dará o caminho correcto!
Beijinhos

Mensagens populares deste blogue