O meu anjo

Nestes últimos tempos voltei a ter aquelas ideias estranhas, voltei a sentir esta angústia atroz dentro de mim, voltei a soltar as lágrimas, a chorar, a escrever compulsivamente para aliviar a minha dor, aquele fundo que está na minha alma, no meu coração ...

Quando acordo de madrugada, já nem paciência tenho para escolher a roupa, o calçado, a maquilhagem ... ligo apenas o piloto automático da minha mente e sigo ... sigo viagem ... vou trabalhar ... nem quero saber ...

o meu corpo está lá, mas o meu pensamento não ... sei que estou longe ... bem longe daqui e dali ... de tudo e de todos ... sei que as minhas aulas tem sido estranhas ... sei que tenho falado muito em utopia, em vida, em morte, em sonho, em decisões, em liberdade, no destino ... olho para os meus alunos e sei que eles sentem que eu não estou bem ... sei que eles sabem que eu quero dizer-lhes algo com tudo aquilo que lhes falo, talvez por isso me digam que sou especial ... (sou apenas uma mulher, apenas isso).

Mas ontem assustei-me ... comecei a sentir coisas estranhas no meu corpo, sei que não consigo dormir, sei que bebo demasiados cafés, sei que ando acelerada ... e talvez por isso ... ontem vi o meu anjo ... vi-o a olhar para mim ... e a chorar ... sei o que ele me dizia ... para ter cuidado comigo ... para me cuidar ...

Comentários

Mensagens populares deste blogue